Site de namoro une milionários a mulheres bonitas


O site de namoro Diamond Club, criado por Gus Terkelsen na Dinamarca, em 2010, será lançado na Grã-Bretanha, segundo o proprietário, para ajudar homens ricos a encontrarem um grande amor. Segundo Terkelsen, os milionários não têm tempo para procurar pretendentes e, no Reino Unido, de acordo com ele, o trabalho é ainda mais difícil porque as mulheres são pouco atraentes. “Vindos de um país escandinavo, sabemos que a Grã-Bretanha é um país de feias”, afirmou. As informações são do Daily Mail.

A Diamond Club atende a 30 milionários da Dinamarca e o serviço já é oferecido em toda a Europa. Ao custo de cerca de R$ 230 mil por ano, os homens podem se inscrever no programa. As mulheres podem participar pagando bem menos, R$ 117 por ano, no entanto, têm que cumprir critérios rigorosos de aparência, além de enviar fotos de rosto e de corpo inteiro.

Os homens podem escolher mulheres de todos os países atendidos pelo Diamond Club, já as mulheres participam apenas do grupo local. Os interesses que vão além dos traços físicos, como nível de educação, não são levados a sério. No sistema de busca, os pretendentes podem não colocar como requisito e avaliarem a beleza das candidatas como ponto fundamental.

Terkelsen contou que a ideia surgiu após observar uma lacuna no mercado de sites de namoro. Ele notou que, enquanto os homens procuravam belas mulheres, elas se interessavam mais por outros fatores, além dos físicos, como o sucesso financeiro. Outros sites com a mesma finalidade cobram taxas de adesão baixas e, com isso, atraem supostos milionários.

“O site apenas é um espelho da sociedade. É verdade que os homens gostam  de mulheres bonitas”, disse ele. “Já as mulheres querem homens ricos e bem-sucedidos”, acrescentou. Terkelsen afirmou que uma vez que certo nível de beleza é atendido, a personalidade é bastante importante para os homens, usada como mecanismo de classificação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente com o Facebook: