08 dicas para conhecer melhor sua parte íntima.


Os tempos mudaram, mas muitas mulheres ainda se sentem envergonhadas quando o assunto é região íntima. Quebre os tabus, pegue um espelho, analise-a, toque-a. Conhecê-la é a melhor forma de obter prazer sozinha ou acompanhada. Converse com suas amigas e troque experiências. Para evitar dúvidas, o site Madame Noire listou as oito principais curiosidades que deve saber sobre a vagina. Confira:

1. É possível contrair uma DST mesmo usando preservativo
Isso mesmo, a camisinha não impede completamente que você contraia uma doença sexualmente transmissível (DST). Se a pele da vulva entra em contato com a pele afetada no escroto, ainda pode pegar uma DST. Por isso, dormir com diversos homens de forma aleatória pode não ser uma boa ideia. Pelo menos, se sair com os mesmos de um círculo fechado saberá de quem contraiu algo.

2. Use ou perca
Normalmente, mulheres após a menopausa tendem a ter uma vagina com tamanho reduzido e tecido mais frágil, podendo tornar o sexo doloroso. Pois saiba que, quanto mais “exercitá-la”, menor é o risco de ter problemas. Não deixe de fazer sexo em qualquer idade.

3. A maioria das mulheres pode não ter orgasmo durante a penetração
Não se sinta diminuída se você só chega lá com sexo oral ou com outro tipo de carícia. Algumas mulheres simplesmente não conseguem chegar ao orgasmo na penetração e mesmo assim têm uma vida sexual perfeitamente normal. Experimente novas posições, abuse da criatividade e tente se tocar mais e descubra o que lhe dá prazer.

4. Não há mapa para o Ponto G
Muito se ouve falar sobre o ponto G e algumas mulheres podem se sentir frustradas se não encontrá-lo. Ele está em um lugar diferente para cada uma, por isso não há motivo para frustração. No entanto, de maneira geral, o ponto G se localiza ao longo da parede frontal do canal da vagina. Algumas mulheres são capazes de achá-lo usando o dedo em forma de gancho (como se estivesse falando “vem cá”) e fazendo movimentos de sube e desce por essa parede. 

5. Vagina não tem perfume de rosas
Tudo bem que higiene é item fundamental em qualquer parte do corpo. Porém, algumas mulheres têm verdadeira obsessão em perfumar a vagina com sprays específicos ou usar duchas vaginais. Pois saiba que vagina não tem de ter perfume de rosas. Ela simplesmente deve ter aroma de vagina.

6. Só papanicolau detecta câncer
É fundamental ir ao ginecologista pelo menos uma vez ao ano para realizar o exame Papanicolau, responsável por detectar o câncer no útero. Nessa consulta de rotina, o médico provavelmente vai pedir outros exames para fazer uma análise completa.

7. Precisar de lubrificação é normal
Muitas mulheres lutam para se tornar naturalmente lubrificadas. No entanto, não se sinta mal em dar uma ajudinha a seu prazer usando lubrificantes à base de água. Isso vai deixar o sexo mais agradável e confortável.

8. Não estranhe alguns ruídos
Determinadas posições fazem com que saia ar da vagina, o que lembra o barulho de um pum. Se isso acontecer com você, não pense que o parceiro está pensando: “O que está errado com esta mulher?” Ele certamente já passou por isso outras vezes. O barulho  acontece quando o ar é empurrado para dentro da vagina durante a relação sexual e uma mudança de posições permite que saia rapidamente. Simplesmente ignore se isso acontecer e aproveite o momento.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente com o Facebook: